Mulher Versátil


Mulher Versátil é fruto de uma atividade feita no período de graduação para a conclusão da disciplina Produção Gráfica 1. A proposta era criar a marca e capa de uma revista seguindo uma linha editorial escolhida pelo aluno. Escolhi o segmento “Revista feminina” e fiz um apanhado histórico deste:
•    Primeira revista: “Il libro della bella donna” – Veneza – 1554
•    Primeira revista feminina brasileira a publicar fotografia: Revista da Semana – 1901
•    Primeira revista feminina brasileira de destaque: Feminina – 1914 (circulou até 1936)
•    Revista mais conceituada do nicho: Cláudia – 1961

É possível perceber que as revista femininas falam sobre vários assuntos dentro do campo de interesse das mulheres sendo que algumas delas focam em determinado assunto. Assim, existem revistas específicas de novelas, que falam sobre artistas, de moda, de cozinha…

Esse trabalho teve um foco maior às revistas que falam sobre a mulher moderna de interesses diversos, como a Nova, a Claudia e a UMA. Com os dados disponíveis, fiz uma análise das principais concorrentes:
•    Cláudia: primeira Revista feminina brasileira com nome de Gente.
•    Nova surge em 1972 inovando por falar pela primeira vez sobre sexo. A Nova faz parte da rede coorporativa da Cosmopolitan. Nos últimos exemplares a revista tem adotado o nome Cosmopolitan à sua marca.

Por fim, foi elaborada a marca e sua aplicação partindo dos seguintes pontos:
•    A Marca deve passar o mesmo conceito que o conteúdo quer vender. No caso a proposta seria uma revista para mulheres versáteis que trabalham fora, cuidam da casa, dos filhos, do marido além de se interessarem em moda e dicas de beleza
•    O conceito adotado para a execução da marca foi a Feminilidade; Modernidade e Versatilidade.
•    A fonte escolhida foi a Twentieth Century MT Condensed, que tem uma boa legibilidade, é delgada, alongada e transmite elegância, leveza não deixando de ser moderna. O contraste entre o “V” e o restante da palavra passa um ar volúvel, mutável, versátil.
•    O nome MULHER poderá aparecer em preto ou branco a depender da fotografia de fundo
•    O nome VERSÁTIL deverá estar predominantemente em vermelho podendo também mudar  a depender da fotografia.
•    A marca foi aplicada no canto superior esquerdo e, mantendo o equilíbrio, as chamadas das matérias estão no canto inferior direito.

Mais a respeito:
Alguns dados sobre Revistas femininas foram encontrados na Folha Online e no artigo “Corpo e Mídia: fragmentos históricos da imprensa feminina no Brasil.”

Até a próxima postagem!

Corpo e Mídia: fragmentos históricos da imprensa feminina no Brasil.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s